Exército dos Estados Unidos é o novo parceiro da Call of Duty League

As Forças Armadas dos Estados Unidos estão investindo pesado no cenário do esporte eletrônico para atrair a atenção dos jovens. Após a Marinha firmar uma parceria com a ESL e a DreamHack, e a Aeronáutica reiterar esse acordo com a ESL, chegou a vez da última força militar do país entrar no universo dos games.

De acordo com o Esport Insider, a Call of Duty League firmou um acordo com o Exército dos Estados Unidos durante toda a primeira temporada do novo formato da competição. O anúncio foi feito pela Activision Blizzard, responsável pela liga, neste fim de semana.

Leia também:

A parceria entre a liga da esport e a força militar atuou junta pela primeira vez na última rodada da Call of Duty League, disputada no Shrine Expo Hall, em Los Angeles.

No entanto, não será apenas a liga principal de Call of Duty que vai contar com o apoio do Exército. Isso porque a Challengers, uma espécie de vitrine para o torneio principal, também faz parte do acordo entre a Blizzard e a Força Armada.

Durante as transmissões, o Exército ganhará um quadro exclusivo chamado “Jogo Tático”. Nele, analistas vão comentar e avaliar as principais jogadas dos jogadores durante as partidas da Call of Duty League e Challengers.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Últimas notícias