“Fico mais nervoso jogando CS do que em um estádio com 80 mil pessoas”, revela Casemiro

Muitos são os jogadores brasileiros de futebol que já se mostraram apaixonados pelo Counter-Strike. Casemiro é um deles. Inclusive, o volante do Real Madrid investe na modalidade com a Case Esports.

Em entrevista ao jornal MARCA, o atleta da Seleção Brasileira revelou que fica mais nervoso praticando o FPS da Valve do que se apresentando em um estádio lotado.

+ CS:GO: Para fer, fnx tinha potencial de ser “o maior do mundo”
+ CS:GO: Sharks retornará ao Brasil para WESG e desiste do Snow Sweet Snow 2
+ Lutadora do UFC, Livinha passa a fazer parte da FURIA

Casemiro afirmou que quando está em uma situação de clutch ou algo parecido, fica muito nervoso. “Não é a minha praia, não é onde eu me sinto cômodo, porque não estou habituado. Fico mais nervoso jogando Counter-Strike do que jogando no Bernabéu ou em um estádio com 80 mil pessoas”, revelou.

Sobre a criação da própria organização, Casemiro deixou claro que a Case Esports não foi criada “de um dia para o outro”. O jogador disse que teve muito estudo e conversas com pessoas influentes: “Levei mais de dois anos para fazer a minha equipe, para ter a organização e encontrar os jogadores. Tenho me preparado muito para ter meu time”.

A equipe que representa a Case vem competindo na Europa desde o fim do ano passado, mas ainda não conseguiu resultados relevantes. O volante do Real Madrid garantiu que isso não é um problema e que não largará o time no futuro breve “se não ganharmos nada”.

“É um projeto que tenho muita noção e sei que demanda bastante tempo. Tem que construir a organização, a equipe”, finalizou.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Últimas notícias