Deposite $10 e ganhe mais $10

O coach Wilton “zews” Prado anunciou hoje (25) seu desligamento da MIBR. A saída dele já era especulada por fãs desde a volta da Flahspoint no formato online. O técnico tinha parado de interagir nas redes sociais e não postava mais mensagens após os jogos do time.

A MIBR, por sua vez, fez um vídeo em homenagem à passagem de zews, que estava na equipe desde dezembro de 2018, quando entrou junto de TACO em uma troca com a Liquid envolvendo Stewie2K.

Durante seu período junto ao elenco brasileiro, zews não conquistou nenhum título e atuou como jogador durante três torneios: BLAST Pro Series Los Angeles 2019, IEM Chicago 2019 e StarLadder Berlin Major. Na época, a equipe ainda procurava um substituto para coldzera, que havia pedido para ser transferido para o banco de reservas.

Pronunciamento de zews

O técnico fez um longo pronunciamento em suas redes sociais, afirmando que parte da culpa pela má fase do time brasileiro é sua. A MIBR vem caindo gradativamente no ranking da HLTV e atualmente se encontra na 25ª posição.

Entretanto, segundo zews, os problemas da equipe são muito complicados e requerem soluções ainda mais complexas, não especificando exatamente quais são.

“Gostaria de dizer que acredito que os problemas do MIBR estarão mais próximos de serem resolvidos, mas infelizmente não sei se acredito ser o caso… os problemas vividos por aqui são mais complexos, pesados e enraizados do que aparentam e em minha visão todas as soluções tendem a ser mais complexas também — requerendo uma mudança maior no elenco e/ou em sua cultura”, disse o coach.

Confira abaixo o texto completo:

View this post on Instagram

Hoje, com um peso no coração, venho anunciar o meu desligamento do MIBR. Gostaria de agradecer a todos meus teammates, passados e presentes, pelas lembranças e aprendizados que tive por aqui. Sou eternamente grato por tudo que conquistamos em equipe e pela linda história que construímos. Não poderia deixar de agradecer a vocês, os fãs, pelo apoio e suporte incondicional. Não vou esquecer a paixão e carinho demonstrado por todos… levo comigo todas as mensagens, conversas e ideias trocadas nos encontros realizados, nas competições pelas arenas do Brasil ou em momentos espalhados pelo mundo onde sempre sabíamos poder contar com o cantinho da torcida MIBR. Vocês são fodas e fazem a diferença! Não deixem de ter essa sede pela vitória e de demonstrar o espirito Brasileiro nunca! Infelizmente, não obtivemos nem perto do sucesso que almejávamos durante essa reconstrução do MIBR… nunca foi fácil representar uma nação, pecamos em relação às expectativas e cobranças impostas por nos mesmos e para ser honesto quando somado a nossos problemas acabaram contribuindo para uma ladeira ainda mais ingrime para escalarmos. (como se não tivéssemos problemas o suficiente). Obviamente tenho minha fatia de culpa como coach da equipe durante esse período e assumo ela. Eu falhei ao não tomar atitudes que julgava serem necessárias para a reabilitação da equipe e ao acomodar e me conformar com certas decisões/direções tomadas… quando lidamos com algo da grandeza dessa equipe temos que saber que as margens para erros são mínimas e serão cobradas, especialmente nas posições de liderança e por essas, entre outras, peco desculpas. Gostaria de dizer que acredito que os problemas do MIBR estarão mais próximos de serem resolvidos, mas infelizmente não sei se acredito ser o caso… os problemas vividos por aqui são mais complexos, pesados e enraizados do que aparentam e em minha visão todas as soluções tendem a ser mais complexas também — requerendo uma mudança maior no elenco e/ou em sua cultura. Não estou aqui para dar desculpas e muito menos criar intrigas, assumo minha culpa, mas, ao mesmo tempo, tenho que analisar a situação por completa a fim de tirar os aprendizados corretos 1/2

A post shared by Wilton De Almeida Prado (@wiltonzews) on

Deposite $10 e ganhe mais $10

2 Comentários

Deixe seu comentário