Policiais são demitidos por ignorar chamado de assalto para jogar Pokémon GO

Foto: Divulgação/Niantic

O Tribunal da Califórnia decidiu como favorável a demissão dos policiais Louis Louzano e Eric Mitchell, da Polícia de Los Angeles que deixaram de atender a um chamado de um assalto para jogar Pokémon GO. O caso ocorreu em 2017, mas a decisão do julgamento foi tomada apenas nesta semana.

+ Confira os 5 torneios de maior audiência no CS:GO em 2021
+ LOUD foi a organização que mais ganhou seguidores no Twitter em 2021

anúncio betboomanúncio betboom

Na época, em abril de 2017, a dupla fazia um patrulhamento quando recebeu um chamado de reforço para auxiliar em um assalto que havia acabado de acontecer em uma loja da Macy’s. De acordo com o relatório obtido pela polícia, os agentes não responderam o chamado e ainda tentaram ocultar sua localização.

Em análise posterior da gravação de vídeo e voz do veículo, foi apontado que os dois policiais ignoraram a ligação de maneira deliberada. Isso aconteceu porque a dupla estava tentando capturar um Snorlax e um Togetic que estariam nos arredores.

A defesa das acusações apontou que os agentes não ouviram o chamado, pois a área em que estavam era barulhenta, e que o equipamento apresentou problemas técnicos. Além disso, ressaltaram que não estavam jogando Pokémon GO, mas sim discutindo sobre o jogo com outros jogadores em um chat.

Entretanto, os argumentos não foram convincentes e os policiais foram expulsos da corporação pelos seguintes motivos:

  • Não responder ao chamado de roubo;
  • Fazer declarações enganosas ao seu sargento;
  • Falha ao responder por rádio quando sua unidade foi chamada;
  • Falha ao lidar com uma chamada de rádio;
  • Jogar enquanto estavam em patrulha;
  • Fazer declarações falsas ao detetive durante a investigação.

Total
0
Compartilhamentos
Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

melhores cassinos online melhores cassinos online