Fortnite é removido da App Store e Epic inicia campanha contra a Apple

Fortnite foi removido da App Store da Apple nesta quinta-feira (13) por conta de seu novo sistema de pagamentos. Segundo a Apple, o sistema viola os termos da loja de aplicativos e por isso, o game não pode ser mais baixado por usuários de iPhone ou iPad.

Entretanto, a Epic Games, desenvolvedora do jogo, não deixou barato e criou uma campanha contra a empresa de tecnologia, chamada de #FreeFortnite. “A Epic Games desafiou o monopólio da App Store. Como retaliação, a Apple está bloqueando Fortnite para bilhões de dispositivos”, diz o anúncio.

+ Fnatic anuncia parceria com a Nike
+ LOUD possui o terceiro maior servidor de games no Discord do mundo

A batalha entre as gigantes começou com o anúncio feito hoje de manhã pela Epic Games, que estaria implementando um sistema próprio de pagamentos no jogo. Ou seja, os usuários não dependeriam mais do sistema da Apple para adquirir suas moedas digitais.

Assim, os jogadores do battle royale pagariam até 20% a menos pelo itens comprados. Isso porque a Apple cobra uma taxa para cada transação feita por meio de seus dispositivos móveis de 30%.

“As regras da Apple adicionam uma taxa de 30% para todas as compras e eles punem desenvolvedores de jogos, como nós, que oferecem opções de pagamento mais diretas”, disse a Epic. “Todos os jogadores deveriam poder escolher os provedores de pagamento e economizar até 20%.”

Em resposta, a Apple afirmou que Fortnite pode retornar à App Store caso remova o sistema. Mas, a desenvolvedora não parece querer recuar e além da campanha, abriu também um processo na Califórnia contra a empresa de tecnologia, alegando que a ação de remover Fortnite da loja de aplicativos é “ilegal”.

2 COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Últimas notícias