CBLoL: “O clube nunca esteve pior desde que ingressou no LoL”, diz Ranger sobre Flamengo

Por meio de suas redes sociais, o caçador Filipe “Ranger” Brombilla resolveu desabafar sobre o atual momento do Flamengo Esports no CBLoL e os ataques sofridos por parte da torcida rubro-negra. O time terminou a quinta semana deste segundo split com duas derrotas, para INTZ e FURIA respectivamente.

Em comunicado, Ranger destacou o mal momento da organização no CBLoL. “O clube (Flamengo) nunca esteve pior desde que ingressou no LoL. Nunca perdeu tanto, nunca demonstrou tanta apatia. Não consigo descrever o sentimento por ajudar a escrever essa história”, disse o caçador.

Além disso, ele também explicou as brincadeiras que faz durante suas streams. De acordo com o jogador, ele nunca teve o intuito de desrespeitar o clube ou sua profissão. “O valor de um atleta não se mostra no 1% de tempo em que está em exposição, mas sim nos outros 99% em que cumpre com seus deveres, honra seu público e seus companheiros com trabalho duro e dedicação. Não estou aqui pra ‘tirar o meu da reta’ ou pra me gabar das minhas atitudes, mas se tem uma coisa que não podem tirar de mim é meu empenho e profissionalismo no dia a dia”, contou Ranger.

+ LoL: TSM assume a vice liderança da LCS; confira o resumo da 4ª semana
+ LoL: brTT: “Este provavelmente é o time mais forte que já joguei”

Desmotivado para jogar

O jogador citou em seguida sua desmotivação com o time e que abdicou de exercer um papel de liderança. “Passei a ignorar pequenas atitudes que, ao longo do tempo, foram envenenando nosso time. Eu me forçava a ignorar 30, 40 minutos de atraso para evitar conflito. O mesmo com tomadas de decisão erradas ou o fato de não revisarmos nossos erros às vezes. Abstive-me de uma postura de liderança, em que simplesmente não ligava se estivéssemos fazendo múltiplas coisas erradas, simplesmente não queria estar mais ali”.

Por fim, Ranger comentou que tinha até planos de fazer um bootcamp no exterior para o Mundial no início da temporada, mas eles foram frustrados pelo desempenho recente da equipe. “Antes do CBLoL, já pensava em que discurso iria fazer quando recebesse o prêmio de melhor caçador, pensava se era melhor fazer bootcamp na Europa ou na Córeia do Sul para estar melhor preparado para o mundial. Mas, durante essa semana só se passava na minha cabeça como informaria a todos que não queria mais competir. Tem coisa mais triste para um atleta?”, indagou.

Durante a coletiva de imprensa neste último domingo (6), o treinador Thiago “Djoko” Maia conversou com os jornalistas a respeito das atuações do time. Segundo ele, o clube hoje está vivendo “um completo caos” e reiterou que a staff tentará se aproximar cada vez mais dos jogadores para entender a situação.

No mesmo dia, Jed Kaplan fez um tweet em seu perfil oficial dizendo que “mudanças estão por vir”. O Flamengo ocupa a 6ª colocação no CBLoL, a frente apenas de Prodigy Esports e Vivo Keyd.

Foto de capa: Riot Games Brasil

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Últimas notícias