Mundial 2020: Relembre todas as edições e vencedores do campeonato

As expectativas para o início do Campeonato Mundial de League of Legends de 2020 (Mundial 2020) tomam conta da comunidade ao redor do planeta. Nesta sexta-feira (25), 22 equipes entram na disputa para ver quem vai levantar a Summoner’s Cup.

Assim, neste artigo, falaremos um pouco sobre todas as edições e seus respectivos campeões. Desde os primórdios, seis equipes alcançaram a glória de serem “o melhor time do mundo”. Vamos conhecê-los agora.

2011 – O primeiro campeonato

Inaugurando o cenário competitivo de League of Legends, nada melhor do que começar com um campeonato internacional. Sediado em Jönköping, na Suécia, a Season One Championship reuniu oito equipes ao redor do mundo, sendo três da Europa e da América do Norte e duas do Sudeste Asiático.

A disputa do título do campeonato ficou entre Fnatic e against All authority, onde os fanáticos venceram a série por 2 a 1 e, com isso, se consagraram campeões mundiais naquele ano. O destaque da competição ficou para o polonês Maciej “Shushei” Ratuszniak.

A Fnatic é considerada pela Riot Games como a primeira campeã mundial de League of Legends (Imagem: Riot Games)

2012 – A estreia da Summoner’s Cup

Para a segunda edição, a Riot Games introduziu pela primeira vez o torneio como Campeonato Mundial de League of Legends. As disputas aconteceram na cidade de Los Angeles, na Califórnia, nos Estados Unidos, dessa vez com doze equipes participando da competição.

Na grande final daquele ano, a Taipei Assassins, representante do Sudeste Asiático, bateu a favoritíssima Azubu Frost, da Coreia do Sul, pelo placar de 3 a 1, erguendo “pela primeira vez” a Copa dos Invocadores (Summoner’s Cup).

Taipei Assassins foi a primeira equipe no mundo a erguer a Summoner’s Cup (Imagem: Riot Games)

+ LoL: Grupos do Mundial são definidos; INTZ enfrenta Turquia e Europa

2013 – O início do império coreano

Novamente nos Estados Unidos, a terceira edição do Mundial de League of Legends ganhou mais dois participantes, totalizando 14. Além disso, neste ano os seeds 1 de China, América do Norte, Coreia do Sul e da extinta LMS (hoje PCS) estavam automaticamente nos playoffs da competição.

Na decisão, o encontro entre o coreano Lee “Faker” Sang-hyeok, pela SK Telecom T1, e o chinês Jian “Uzi” Zi-Hao, pela Royal Club, decretou a SKT como a grande campeã da competição, sendo este o primeiro título da Coreia do Sul na competição.

A SK Telecom T1 deu início ao império coreano no League of Legends internacional (Imagem: Riot Games)

2014 – Os anfitriões no topo do mundo

Pela primeira vez na história, o Campeonato Mundial era sediado em dois países distintos. Singapura e Coreia do Sul foram os palcos das partidas mais épicas da competição. Esta também foi a segunda vez na história que o atual campeão, neste caso a SKT, não conseguiu a classificação para defender seu título.

Além disso, esta edição, que contava com dezesseis equipes, também ficou marcada pela primeira participação do Brasil no Mundial, com a KaBuM! e-Sports. Com a final em Seul, na Coreia do Sul, a Samsung Galaxy White bateu a Star Horn Royal Club por 3 a 1, garantindo o primeiro título da organização e o segundo da Coreia.

Em casa, a Samsung Galaxy White conquistou o título do Mundial de 2014, na Coreia (Imagem: LoL Esports)

+ Mundial 2020: Os adversários da INTZ na fase de entrada
+ LoL: Um dia após seu lançamento, Samira é nerfada

2015 – A dinastia da SKT

Indo para o Velho Continente, o Mundial chegava à sua quinta edição, trazendo inúmeras novidades, principalmente no League of Legends em si. Ainda com o mesmo número de participantes da edição anterior, a competição foi sediada em quatro países: França, Londres, Bélgica e Alemanha.

Pela grande final do Mundial, a SK Telecom T1 enfrentou a KOO Tigers, e com um placar de 3 a 1, conquistaria o bicampeonato na competição, dando início ao império da organização no cenário de League of Legends.

Após um ano fora do Mundial, a SKT conquistou seu segundo título na competição (Imagem: LoL Esports)

2016 – O tricampeonato mundial

Pela terceira vez na história, o Campeonato Mundial retornava aos Estados Unidos. Dessa vez, o atual campeão da competição (SKT) conseguiu a classificação e buscava o seu terceiro título no torneio. Esta também foi a última vez que o torneio seguiu o formato com dezesseis equipes.

Na final, a SKT enfrentou a Samsung Galaxy. Em uma série cheia de emoção e extremamente disputada, a equipe de Faker garantiu o título após um 3 a 2, confirmando seu domínio no cenário competitivo e o terceiro título na história.

Em 2016, a SKT se tornou o maior vencedor da história do Campeonato Mundial de League of Legends, com três títulos (Imagem: LoL Esports)

2017 – Revanche e o fim de uma dinastia

Pela sétima edição, o Mundial chegava à China pela primeira vez. Dessa vez, o campeonato apresentou um novo formato, com 24 equipes na disputa e duas fase: play-in (fase de entrada) e evento principal (ou fase de grupos).

Na finalíssima, houve a reedição da última decisão entre SKT e SSG, com a SKT na busca para manter seu império no competitivo. No entanto, a equipe liderada por Kang “Ambition” Chan-yong conseguiu sua revanche, e com um placar de 3 a 0, pôs um fim na dinastia de Faker, conquistando o segundo título mundial da Samsung.

Na China. a Samsung Galaxy decretou o fim do império da SKT na competição, conquistando o segundo título da organização (Imagem: LoL Esports)

2018 – China no topo do mundo

A oitava edição do Campeonato Mundial retornava à Coreia do Sul e pode ser considerada o início do fim do império coreano no torneio. Isso porque, pela primeira vez na história, os atuais campeões, agora sob a marca da Gen.G, foram eliminados ainda na fase de grupos da competição.

Além disso, os únicos remanescentes da Coreia na competição, Afreeca Freecs e KT Rolster, foram eliminados por Cloud9 e Invictus Gaming, respectivamente, sendo este último finalista da competição juntamente com a Fnatic, que voltava à decisão depois de sete anos.

No embate final, em Incheon, a equipe chinesa não deu chances para os europeus. Com um placar de 3 a 0, a Invictus conquistava o primeiro título mundial da região.

lol ig 2018
Em 2018, a Invictus Gaming se consagrou campeã mundial, colocando a China no topo pela primeira vez na história (Imagem: LoL Esports)

2019 – O voo da fênix

Pela segunda vez na Europa, a edição da temporada passada foi realizada durante o aniversário de 10 anos do lançamento de League of Legends. Além disso, o Mundial também contava com o retorno da SKT após um ano de ausência.

Na decisão, em Paris, a anfitriã G2 Esports, embora embala pelo título do MSI, não foi páreo para a FunPlus Phoenix. Os chineses venceram a série por 3 a 0, garantindo o primeiro título da organização e o segundo da região.

lol fpx 2019
Elenco da FunPlus Phoenix erguendo a Summoner’s Cup no Mundial do ano passado (Imagem: LoL Esports)

Para 2020, o Campeonato Mundial de League of Legends reserva inúmeras surpresas para a comunidade. Isso porque das 22 equipes classificadas, apenas a Fnatic pode conquistar a competição pela segunda vez na história.

O campeonato começa na próxima sexta-feira (25), com a fase de entrada. A transmissão será realizada através dos canais oficiais da Riot Games Brasil no YouTube e na Twitch.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Últimas notícias