Em confronto decisivo na chave dos perdedores do Six Invitational de Rainbow Six Siege, os brasileiros da Ninjas in Pyjamas enfrentaram os americanos da DarkZero em uma MD3 que valia a sobrevivência na competição.

O time vencedor jogaria contra os franceses da BDS Esport, que venceram os australianos da Fnatic por 2 mapas a 0 mais cedo nesta sexta-feira (14).

Leia também:

Fronteira: 7×3 NiP

Thermite, Thatcher, Mira e Echo foram os operadores banidos no primeiro mapa do confronto, que foi de escolha da NiP. Iniciando no ataque, os brasileiros logo sofreram a primeira baixa em Muzi, perdendo a IQ no round e dificultando o reconhecimento dos gadgets inimigos. As duas equipes chegaram a trocar eliminações, mas a DZ foi melhor e venceu o ponto, 1-0.

No segundo round a NiP tentou passar pela defesa americana, chegando a plantar o desativador e forçando o elenco da DZ a buscar o retake. Sem sucesso, os americanos perderam o round e os Ninjas empataram o confronto em 1-1.

Trazendo uma Ash novamente, a NiP veio para o terceiro round acelerando o domínio dos espaços do mapa. No entanto, o Kaid dos americanos fez um bom trabalho com suas Electroclaws e atrasou o ataque brasileiro, que acabou não conseguindo entrar no bombsite e sofreu o 2-1.

Mas com um ataque bem executado contra a DarkZero, a NiP se recuperou e garantiu o empate na partida em 2-2.

O jogo seguiu acirrado e no round seguinte, os elencos novamente trocaram eliminações, com os americanos conseguindo pegar o plant do desativador na primeira tentativa. Faltando poucos segundos, a NiP tentou novamente plantar o desativador e com boas kills de Muzi, garantiu a virada no confronto para 3-2.

Trazendo um Maverick nas mãos de Kamikaze, os Ninjas vieram para o último round da primeira metade com uma boa estratégia de granadas no começo do round, eliminando Hotandcold e Mint. Aproveitando a vantagem numérica, a NiP forçou a defesa da DZ a se reposicionar e com isso, pegou as kills restantes para fechar a metade em 4-2.

Na troca de lados, a NiP veio com Kaid, Goyo, Jäger, Doc e um Pulse, enquanto os americanos trouxeram uma composição parecida com o ataque dos brasileiros. A DZ fez seu trabalho de dronagem e domínio de posições, com os Ninjas pegando informações importantes com o Pulse de JULIO. Então Muzi pega mais duas eliminações deixando a DZ com apenas dois jogadores.

Mais uma vez, Muzi acha uma kill e Psycho fecha a conta para frustrar os planos da DarkZero e garantir o ponto para sua equipe, 5-2.

A DarkZero começou bem no round seguinte e conquistou kills que complicaram a situação dos brasileiros, entretanto, a defesa dos Ninjas não se deixou abalar e retomou o controle do round. Com Kamikaze pegando duas eliminações na entrada do bombsite, bastou apenas se esconder para vencer o round pelo tempo, 6-2.

Depois da DZ conquistar o terceiro ponto, a NiP logo se adaptou ao ataque e com um bom conhecimento de mapa e uma comunicação muito bem feita, venceu o ponto e o primeiro mapa do confronto por 7-3, saindo na frente nesta série.

Litoral: 7×4 NiP

Lion, Capitão, Echo e Valkyrie foram os operadores banidos no segundo mapa que foi escolha dos americanos da DarkZero. O time brasileiro começou na lado do ataque com Dokkaebi, Hibana, Sledge, IQ e Ash na composição.

O segundo mapa iniciou bastante acirrado entre as duas equipes, que trocaram kills, com a NiP forçando a entrada no bombsite nos últimos segundos e garantindo o round a seu favor, 1-0.

No round seguinte, a defesa americana logo voltou ao jogo e empatou a partida em 1-1 depois da queda do desativador nos últimos segundos.

Trazendo uma Nomad e um Thatcher, os Ninjas mudaram a estratégia para buscar a virada contra a DZ. Pino buscou a primeira eliminação mas Muzi acabou caindo. De repente, Pino pega mais uma kill, Psycho conquista duas kills muito bem posicionado e Kamikaze fecha o round para os brasileiros, garantindo 2-1 no placar.

Mantendo o ritmo, a NiP mostra o bom conhecimento de mapa contra a DZ e com boas eliminações de Pino e Muzi, conquista o 3-1 no placar da partida.

Em um round mais lento, a NiP foi fazendo o reconhecimento dos dispositivos da DZ e foi conquistando espaço pouco a pouco para realizar a entrada nos últimos segundos. Apesar da DZ estar bem posicionada, Pino conquistou 4 eliminações com seu Buck e acabou com a defesa americana para fazer 4-1.

No último round da primeira metade, a DarkZero finalmente encaixou sua defesa e desestabilizou o ataque brasileiro para diminuir a vantagem para 4-2.

Trocando de lados, a NiP foi para a defesa com a missão de evitar a execução do ataque da DZ. Os americanos foram dominando os espaços e fazendo as eliminações pra cima dos brasileiros. Mas uma kill de JULIO na parte de fora do mapa, derrubou o desativador e complicou a vida da equipe americana, que acabou perdendo o round, 5-2.

Depois de perder um round, a NiP mudou o bombsite para Sinuca e Narguile para testar outra composição de defesa contra a DarkZero. Os americanos foram buscando informação aos poucos para poder dominar os espaços do mapa, mas com Pino bem posicionado e Psycho fazendo um avanço fora para buscar as kills, a NiP fez 6-3.

Com o match point em mãos, a defesa brasileira foi gastando o tempo americano, que acabou se complicando, perdendo dois jogadores. Após uma defesa muito bem executada, a NiP destruiu o ataque da DZ e venceu o confronto por 7-4, se classificando para enfrentar a BDS.


O próximo jogo será no dia 15 contra a BDS Esport às 19h. A transmissão acontece nos canais oficiais do Rainbow 6 no YouTube, Twitch e Mixer.

Já conhece a Stattrak?

A Stattrak é um fantasy game para esportes eletrônicos onde você pode montar seu time com jogadores profissionais, pontuar e ganhar diversos prêmios!

Clique aqui e venha conhecer a Stattrak!

 

Foto de capa: Rainbow 6 Brasil

Deixe seu comentário