VALORANT: Riot comenta sobre as repetições de mapas

valorant fracture
Foto: Riot Games

Em artigo publicado nesta segunda-feira (30), a Riot Games revelou alguns detalhes referentes ao sistema de seleção de mapas de VALORANT e abordou, principalmente, o tema dos mapas repetidos em sequência.

Para conversar com os jogadores, a desenvolvedora escalou Brian Chang, Gerente de Dados do FPS. O rioter comentou sobre a frustração dos jogadores em jogar um mesmo mapa quatros vezes seguidas e como estão trabalhando para evitar esse tipo de problema no futuro.

anúncio betboomanúncio betboom

+ VALORANT: Salário nas franquias será de R$ 1 milhão por ano, diz site
+ VALORANT: Coleção Netuno é revelada; confira

Através de um gráfico, Chang mostrou o quão frustrante é para os jogadores de VALORANT encontrarem o mesmo mapa várias vezes seguidas. Assim, 35% consideram a experiência “extremamente frustrante”, enquanto apenas 3% disseram “não ser nem um pouco frustrante”.

Pesquisa feita pela Riot (Foto: Reprodução/Riot Games)

Sequência de mapas

De junho à setembro de 2020

Durante o lançamento oficial de VALORANT, a escolha de mapas era feita de forma aleatória. Na ocasião, o jogo contava com apenas quatro cenários, que eram: Bind, Haven, Split e Ascent.

“Quando dez jogadores entravam numa partida, o gerenciamento escolhia ao acaso qualquer um dos mapas disponíveis. Todos tinham uma chance idêntica (25%) de serem selecionados, independentemente da pessoa ter jogado em um mapa específico recentemente”, disse o Gerente de Dados.

Confira a seguir como ficava a questão de sequências de mapas em 2020:

Sequências de mapas durante o lançamento de VALORANT (Foto: Divulgação/Riot Games)

“Ao longo de cinco partidas, 26% dos jogadores viram o mesmo mapa três ou mais vezes. Se você jogasse cinco partidas nesse período, havia 26% de chance de acabar no mesmo mapa três ou mais vezes seguidas. Cerca de 1% da galera mais azarada (ou sortuda?) jogou no mesmo mapa cinco vezes em cinco partidas”, contou o rioter.

De setembro de 2020 à março de 2022

Com o aumento considerável de mapas no jogo, logo a Riot percebeu que a aleatoriedade total não era mais ideal.

“Não importa o quanto você ame um mapa: cinco partidas consecutivas no Ascent podem enjoar muito rápido. Para evitar isso, implementamos um sistema de seleção ‘pseudoaleatório’, que tem como objetivo mostrar a alguém mapas que não apareceram nas suas últimas partidas jogadas”, afirmou Chang.

O rioter ainda apontou que o método favorecia mapas que não haviam sido jogados pela maioria das pessoas presentes na partida, mas fazia com que alguns jogadores tivessem que jogar um mesmo mapa em sequência. Por conta disso, a empresa teve que pensar em uma outra solução.

“Buscamos reduzir o número de sequências encontradas, mas a seleção em si continuava sendo uma escolha ‘aleatória’ ponderada. Ou seja, era menos provável que alguém tivesse o azar de enfrentar uma sequência de mapas, mas ainda era muito possível passar por isso”, explicou Brian.

De março de 2022 até hoje

Embora o sistema tivesse apresentado uma melhora nesse quesito, a Riot afirmou que mais coisas precisavam ser feitas para evitar que os mapas se repetissem em sequência.

“Numa pesquisa enviada à comunidade da América do Norte por volta de março deste ano, 67% das pessoas responderam que achavam que estavam jogando no mesmo mapa diversas vezes seguidas ‘frequentemente’ ou ‘muito frequentemente'”, comentou Chang.

Diante deste cenário, a empresa se viu na necessidade de aperfeiçoar novamente o sistema. Assim, uma alteração foi implementada durante a atualização 4.04, inicialmente como um teste para a região da América Latina (LATAM) e posteriormente para o resto do mundo.

“Em vez de transformar a seleção de mapas num processo aleatório, optamos por criar uma escolha determinista que sempre seleciona o mapa que diminuirá repetições. Se determinado mapa apareceu com muita frequência no seu histórico recente, ele seria removido das opções de escolha. A partir daí, nossa prioridade seria sempre o mapa menos visto pelas dez pessoas no saguão”, destacou.

Gráfico de sequência de mapas a partir de abril de 2022 (Foto: Divulgação/Riot Games)

Com os novos dados obtidos, Brian afirma que houve uma melhora significativa no sistema de escolha. Contudo, ele explica que ainda haverá alguns casos onde mapas irão se repetir, especialmente quando jogadores abandonam a fila por conta de mapas específicos.

“A porcentagem de pessoas que jogaram no mesmo mapa três vezes seguidas caiu para 0,06% (1 a cada mais ou menos 1.700 jogadores). Além disso, nessa semana em que observamos a fila Competitiva, exatamente oito dentre vários milhões de jogadores acabaram no mesmo mapa quatro vezes consecutivas. Curiosidade: dos oito, dois são indivíduos que abandonam filas com frequência para evitar mapas específicos (pedimos desculpa aos outros seis pelo azar que tiveram). Nenhum jogador viu o mesmo mapa cinco ou mais vezes seguidas. Isso foi feito sem prejudicar os tempos de fila e o balanceamento das partidas”, detalhou o rioter.

Próximos passos

Agora, a Riot Games avalia as situações que possam fazer sentido existir mais controle na seleção de mapas. Um dos casos, por exemplo, é no modo para torneios, previsto para chegar ainda em 2022.

“No momento, estamos relativamente confiantes de que as escolhas deterministas aliviam boa parte da frustração que a seleção de mapas trazia. Nossas pesquisas mais recentes também apontaram uma melhora na opinião do público após as mudanças. Vamos continuar monitorando nossos dados para ver se é necessário fazer mais alterações, mas, por ora, as atuais parecem boas”, finalizou o Gerente de Dados.

Total
0
Compartilhamentos
Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

melhores cassinos online melhores cassinos online