VALORANT: Salário nas franquias será de R$ 1 milhão por ano, diz site

valorant franquias
Foto: Wojciech Wandzel/Riot Games

De acordo com apuração feita pelo VALORANT Zone, a Riot Games está solicitando às organizações interessadas nas franquias do FPS um salário anual de US$ 50 mil (R$ 236 mil na cotação atual) para cada jogador. Assim, valor pelo elenco completo, contando apenas os cinco jogadores, chegaria na casa de US$ 250 mil (R$ 1,1 milhão) por ano.

+ Governo da Rússia reconhece jogos de FPS como “Combate Tático 3D”
+ VCB Etapa 2: LOUD lidera Grupo A; veja os resultados da segunda semana
+ VALORANT: Riot não planeja lançar sistema de replays no momento

Tal informação surge após o portal Dot Esports divulgar que a intenção da empresa é ter de oito a dez times na Liga Americana, novidade para a temporada 2023 do circuito VALORANT Champions Tour. A competição contemplará times da América do Norte, América Latina e Brasil e será a única forma das equipes disputarem os torneios globais de VALORANT, como o Masters e o Champions.

Brasil e América Latina precisarão migrar de região

Para fazer parte das franquias, as organizações interessadas do Brasil e da América Latina precisarão deixar suas regiões rumo à América do Norte. Fora isso, elas terão de arcar com custos de staff, gaming office e outras necessidades das equipes.

O custo, segundo o portal, pode chegar até US$ 1 milhão para equipes. O site Dexerto informou que a bolsa que a Riot ofereceu é de US$ 100 mil, o que gerou descontentamento por parte dos interessados.

Total
0
Compartilhamentos
Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.