VALORANT: equipes do NA irão reduzir salários para 2024

Sentinels e Cloud9 durante parte do VCT Americas (Colin Young-Wolff/Riot Games)

A crise no VALORANT não é exclusiva ao cenário tier 2 do FPS da Riot Games. De acordo com o site Win.gg, equipes do VCT Americas irão reduzir drasticamente os salários dos jogadores para 2024, com algumas pensando em pagar apenas o mínimo proposto.

O site também afirma que as organizações presentes na liga franqueada estão perdendo dinheiro e que os atuais salários — por volta de US$ 20 mil a US$ 30 mil ao mês — são insustentáveis.

anúncio betboomanúncio betboom

Vale ressaltar que recentemente foi revelado que a Sentinels está em risco de falência. A organização tem custos mensais de quase US$ 700 mil ao mês com equipe, criadores de conteúdo e staff. Por conta disso, abriu um financiamento coletivo, na esperança de amenizar a crise.

Sentinels
Sentinels pode quebrar ainda este ano (Foto: Reprodução/Sentinels)

+ The Union anuncia saída do VALORANT: “Descaso com o cenário nacional”

As reduções salariais são consequência do fato das organizações franqueadas do VALORANT não terem conseguido o retorno esperado de patrocínio que justificasse o custo de suas equipes.

Além disso, é importante apontar que uma crise econômica vem assolando os esports nos últimos meses, com 100 Thieves, FaZe Clan e OpTic Gaming, por exemplo, tendo que realizar demissões em massa para cortar os custos.

No Brasil, sete das oito organizações que estavam no VCB, a principal liga do tier 2 do país, já anunciaram pausa no investimento na modalidade. Apenas a RED Canids ainda não se pronunciou sobre o ocorrido.

Total
0
Compartilhamentos
Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

melhores cassinos online melhores cassinos online