R6: Por problemas de gestão, Nora-rengo deixa o cenário competitivo

Uma das maiores equipes do Ásia-pacífico no Rainbow Six Siege (R6), a Nora-rengo está dando adeus ao cenário competitivo. Em comunicado feito pela Ubisoft nesta quarta-feira (10), a publisher encerrou o licenciamento da organização japonesa para seu circuito competitivo.

+ R6: Estral Esports, do México, é banida do cenário competitivo
+ R6: mav é desligado da Team Liquid após conclusão da apuração sobre denúncias

O motivo da saída da Nora-rengo se dá por conta de violação dos compromissos anteriores assumidos com a Ubisoft. Assim, ela teve a licença para competir no Rainbow Six Esports Circuit encerrada, com efeito imediato.

A organização estava presente no cenário do FPS desde 2017 e vinha fazendo história na modalidade, chegando às semifinais da 8ª temporada da Pro League em 2018, no Rio de Janeiro, e às semifinais do Six Invitational de 2019, quando foram eliminados pela Team Empire.

Atraso nos salários e sumiço do CEO

Contratado no começo do ano passado, o brasileiro “Ar7hur” Schubert, ex-treinador da Ninjas in Pyjamas, viveu momentos complicados com a administração da Nora-rengo. Segundo ele, a organização perdeu patrocinadores após escândalos envolvendo a marca, o que ocasionou em atraso no pagamento dos salários.

Ar7hur ainda tentou contatar Yasuhiro “kizoku” Nishi, dono da Nora-rengo e ex-treinador da equipe, para resolver o problemas, mas não obteve sucesso. O sumiço e a falta de comunicação do diretor japonês fez o brasileiro deixar a Nora-rengo em outubro, com apenas nove meses no cargo.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui