LiQueen: “Boombl4 dormiu intoxicado na frente da diretoria e foi demitido no dia seguinte”

Foto: Reprodução/PGL

O caso envolvendo Kirill “Boombl4” Mikhaylov e a ex-mulher Angelika “LiQueen” Mikhailova ganhou um novo capítulo nesta quinta-feira (15), quando LiQueen revelou no Telegram o suposto verdadeiro motivo da dispensa do russo pela Natus Vincere.

Segundo LiQueen, Boombl4 não foi colocado no banco de reservas por conta das publicações patrióticas dela em relação à Rússia ou pelos escândalos do casamento, mas sim porque teria dormindo em reunião com a diretoria da organização após usar drogas.

“Eu escrevi que Kirill foi acidentalmente dispensado da NAVI, mas não foi por minha causa ou pelos meus posts patrióticos. Ninguém acreditou em mim. Quando chegamos do Major, estávamos doidões novamente e ele, estupidamente intoxicado, dormiu na frente da diretoria e foi demitido logo no dia seguinte. Isso foi muito antes do nosso divórcio e do escândalo. Queria que vocês soubessem. Agora, não importa mais, então estou escrevendo. Não irei mais me pronunciar sobre esse assunto”, escreveu LiQueen.

Boombl4 foi dispensado pela NAVI em 28 de maio, uma semana após o jogador e a equipe ficarem com o vice-campeonato no PGL Major Antwerp 2022. Na época, a organização explicou que a decisão foi tomada, pois ele representava um “risco elevado à reputação do clube“.

+ “Ela é uma put*”, desabafa s1mple sobre ex-esposa de Boombl4

No início do mês, o jogador anunciou o divórcio com LiQueen, após a ex-esposa acusá-lo de vício em drogas e postar um vídeo em que Bloomb4 aparece cheirando um pó branco. Além disso, ela também divulgou diversas fotos íntimas do casal, acompanhadas de uma legenda reclamando do sexo e dizendo que o russo a “destruiu”.

Alguns dias depois, o ex-capitão da NAVI publicou uma foto nas redes sociais de um exame toxicológico, o qual deu negativo para uso de drogas e álcool.

Total
0
Shares
Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.